Sobre a paixão...


A paixão é uma emoção de ampliação quase patológica do amor. O acometido de paixão perde a sua individualidade em função do fascínio que o outro exerce sobre este. É tipicamente um sentimento doloroso e patológico, porque, via de regra, o indivíduo perde a sua individualidade, a sua identidade e o seu poder de raciocínio.

Pode-se dizer também que paixão é algo muito mais passageiro que o amor, pois, sendo uma patologia deste, com o passar do tempo e sendo rompido o véu da idealização do outro, cai-se na realidade, transformando-se a paixão em amor, ou nada restando do sentimento afetivo. Estudos de psicologia dos sentimentos indicam que o estado de paixão muito dificilmente ultrapassa os três anos.

O sentimento exacerbado entre duas pessoas, é um exemplo de uma paixão. A paixão pode ultrapassar barreiras sociais, diferenças de formação, idades e gêneros. A paixão completamente correspondida causa grandiosa felicidade e satisfação ao apaixonado, pelo contrário qualquer dificuldade para atingir essa plenitude pode trazer grande tristeza pois o apaixonado só se vê feliz ao conseguir o objeto de sua paixão.

Existem pesquisas científicas nesse âmbito, que mostram que a paixão, apesar de intensa e arrebatadora, é um sentimento passageiro. Estima-se que a mesma não dure por mais de quatro anos. Adolescentes estão mais sujeitos a apaixonarem-se, devido ao pouco conhecimento do mundo entre outras coisas, o que não significa que pessoas de maior idade não estejam passíveis de tal sentimento. O que ocorre é que a pessoa adulta, por ter maior conhecimento do mundo, por ter vivenciado maiores experiências, não estará tão sujeita a perder a razão e deixar-se dominar pelo peso do sentimento.

A Paixão resume-se num sentimento de desejar, querer, a todo custo o calor do corpo de outro ser. Cria-se uma necessidade de ver e tocar a pessoa pela qual se apaixonou. É um vício que debilita a mente de forma a focar somente para a pessoa cujo seu pensamento está. E qualquer outro pensamento é momentâneo e irrelevante para o apaixonado.
 
A paixão é pura arte! Assim como contemplamos um quadro - queremos vê-lo. Quando contemplamos uma obra artística plástica - queremos tocá-la. É uma dança de sombra e cores que percorre pela beleza da pessoa que está formada no seu subconsciente. Tu és envenenado com uma espécie de sedante que leva a ti todo o detalhe da pessoa: olhos, boca, nariz, orelha, como sendo perfeito. Mesmo embora não seja, pois você está sedado. A Paixão embora seja mais ativa e romântica do que o próprio amor, não significa que é melhor a este. A paixão é um encanto passageiro, enquanto o amor é algo que se solidifica com o tempo e nunca mais pode ser quebrado. Já a paixão, não há como se solidificar, eternizar.

7 comentários:

A noiva do Biano - Lorena on 28 de janeiro de 2012 10:25 disse...

Que lindo flor... Adorei as definições!!

http://lorenaebiano.blogspot.com/

on 29 de janeiro de 2012 09:50 disse...

Perfeito texto Dani!! Mas e quando o casal passa por todos os estágios da paixão, se ama, mas ainda continuam se amando e apaixonadinhos? Hehehehe...
Beijos e um ótimo domingo pra vc?

Camila Guimarães disse...

Tudo verdadeee Dani...
Outra verdade também é que eu toô apaixonada! hahaha... (MEDO)


:)

Beijinhos!!!

Camila Guinsani on 30 de janeiro de 2012 13:54 disse...

Ainda bem que a paixão passa, viu Dani! Já me apaixonei por cada susto! hehehe
Adorei o post...
Beijos!

Camila Guinsani on 30 de janeiro de 2012 13:55 disse...

PS: Dá pra curtir o comentário da Guimarães? rs

Midi on 30 de janeiro de 2012 15:25 disse...

Para mim paixão é corpo e amor é alma...
Adorei o post! Excelente!!! =)

Priscila Cano disse...

Ainnnn...rs
Eu estou apaixonada...kkkk
Beijossssss
Daniii

on-line agora...

Quem já passou por aqui...

Jim Morrison! All right!

Jim Morrison! All right!

Nosso SAVE THE DATE oficial

Nosso SAVE THE DATE oficial

Blogs que sigo e recomendo:

 

Copyright 2010 Casada e feliz!. This blog template designed by Creative Bytes.